Ordenação Episcopal do Monsenhor Leomar Brustolin

A Igreja no Rio Grande do Sul está em festa! Na noite desta quarta-feira, dia 25 de março, foi realizada a ordenação episcopal de Dom Leomar Antônio Brustolin, novo bispo auxiliar da Arquidiocese de Porto Alegre. A cerimônia, até então inédita na Catedral Diocesana de Caxias do Sul, reuniu uma multidão de fiéis, dentro e fora da Igreja e mais de 300 padres de diversas dioceses gaúchas.

A Celebração foi presidida pelo arcebispo de Porto Alegre, Dom Jaime Spengler, concelebrada pelos bispos co-ordenantes: Dom Alessandro Ruffinoni, bispo de Caxias do Sul, Dom Paulo de Conto, bispo de Montenegro, além de outros 25 bispos, destes, dois bispos de Minas Gerais e um de São Paulo. Presença destacada foi a do Bispo Emérito de Caxias do Sul, Dom Paulo Moretto. Também estiveram presentes o governador gaúcho, José Ivo Sartori, a primeira-dama, Maria Helena Sartori, o prefeito de Caxias do Sul, Alceu Barbosa Velho e a primeira-dama, Alexandra Baldisserotto.

Mesmo antes do início da celebração, o então Monsenhor Leomar fez questão de saudar os fiéis que foram participar da celebração. Acompanhado de Dom Jaime Spengler, ele foi até a Praça Dante Alighieri, em frente à Catedral, e saudou os fiéis que ali estavam acomodados para acompanhar o rito de ordenação.
Como previsto, a celebração iniciou às 19h, sendo transmitida para todo o Brasil através da REDEVIDA de Televisão. A cerimônia foi acompanhada num constante clima de oração e ação de graças.

Ao iniciar a Missa, Dom Jaime Spengler lembrou que em pouco tempo, a Diocese de Caxias do Sul deu à Igreja dois novos bispos, por isso, além do sentimento de gratidão, a comunidade reza pelo surgimento de novas vocações para a diocese.

O rito de ordenação episcopal foi iniciado após a Liturgia da Palavra. Foi feita a Invocação ao Espirito Santo, apresentação do então candidato a bispo e a leitura do Mandato Apostólico, documento assinado pelo Papa Francisco que nomeia Leomar Brustolin como Bispo.

DOM JAIME SPENGLER: LEOMAR, NÃO TENHAS MEDO!

Antes do Rito de Ordenação Episcopal, Dom Jaime Spengler proferiu sua homilia. Ao lembrar-se da Solenidade da Anunciação do Senhor, o arcebispo destacou que a maternidade de Maria assumiu dimensão universal aos pés da cruz. Por isso, Nossa Senhora é exemplo de fé e de favorecimento da comunidade apostólica.

Dom Jaime declarou que o dom do episcopado só pode ser compreendido à luz da fé e olhando para o futuro bispo afirmou: "A partir da fé, cremos que o Senhor, através da mediação da Igreja, olhou para ti e manifestou misericórdia. É somente à luz da fé que podemos compreender o nosso ministério na Igreja".

Spengler assinalou que o bispo tem a missão “de cuidar, proteger, promover, colocar-se a serviço da vida e dos irmãos e irmãs" e ainda de que "o Bispo está a serviço da Igreja, ‘povo reunido na unidade do Pai, do Filho e do Espírito Santo’. Igreja na qual ‘a graça da consagração episcopal te coloca como mestre, sacerdote e pastor’ para guia-la com a autoridade mesma de Cristo – “Pastor e Bispo das almas” (cf. 1Pd 2,25)."

O arcebispo metropolitano apontou que o episcopado deve ser vivido sem vaidades: "Caro Monsenhor Leomar, como somos aqui exigidos! Segundo a tradição cristã, a obra do discernimento requer três coisas: estudo, oração e diálogo entre irmãos! Quão importante e necessária a capacidade de discernimento! Para levar a termo essa obra, precisamos lutar contra toda forma de vaidade, auto-referencialidade, pretensões, ostentações e o luxo."

O ordenante principal exortou o novo bispo a não ter medo diante da missão assumida: "Não tenhas medo! Aquele que te escolheu, te elegeu e te amou! Ele lançou sobre ti um olhar de bondade e misericórdia. Ele é fiel! ‘Não tenhas medo’! Maria é para nós grande, não só porque é a mãe de Jesus, mas porque se tornou fiel discípula, colocando-se ao lado dos humildes, dos pobres, dos famintos de Justiça, Fraternidade e Paz! Não tenhas medo! No santo nome d’Aquele que te amou, escolheu e enviou, queremos poder contar contigo. O Regional Sul 3 da CNBB conta contigo! Não tenhas medo.” disse.

Finalizando sua homilia, Dom Spengler elencou cada ação do rito de ordenação episcopal, fazendo relação com o SIM de Maria: "Tu te prostrarás, pois sabes de tua fraqueza e sabes que o Senhor nos conhece a todos por dentro e por fora. Assim, no ‘terra a terra’, estendido no chão só podes dizer como Maria: “eis aqui o teu servo’; na tua Palavra ‘faça-se...” A imposição das mãos te lança para dentro da sucessão apostólica! E cremos que o Senhor presente entre nós, confirma: ‘Tu és meu’; e com olhar de bondade e misericórdia te sussurra: ‘te basta a minha graça...’ Assim seja!".

DE MONSENHOR A BISPO: IN VERBO TUO

Como manda o Rito de Ordenação, Monsenhor Leomar foi interrogado publicamente sobre sua fé e disposição para a missão. Ao afirmar “quero”, o novo bispo manifesta sua disposição em anunciar o evangelho dirigindo o povo à salvação, fidelidade à Igreja, a unidade ao colégio dos bispos e a obediência ao Papa e o cuidado com os pobres e peregrinos.

Depois, prostrado diante do Altar, toda a comunidade, de joelhos, invocou a intercessão dos santos, santas e beatos sobre o presbítero. Num clima de profunda oração e de silêncio absoluto, o ponto alto do rito: Dom Jaime impôs as mãos sobre a cabeça do eleito, fez a oração consecratória, conferindo-lhe o terceiro grau da ordem, inserindo-o na sucessão apostólica. A imposição das mãos foi repetida pelos bispos co-ordenantes e demais bispos presentes. A partir deste momento, a Igreja católica ganhou um novo bispo.

O rito contou ainda com a prece de ordenação, a unção da cabeça com óleo, a entrega do Livro dos Evangelhos, o anel episcopal, a imposição da mitra e a entrega do báculo pastoral. Ordenado bispo com o lema “In Verbo Tuo” (Na Tua Palavra), Dom Leomar foi calorosamente abraçado pelos bispos, pela tia, Maria, e pelo irmão, Marcelo. Também o público o saudou com viva alegria.

A MENSAGEM DO NOVO BISPO

Já como bispo ordenado, Dom Leomar Brustolin concedeu a sua primeira bênção episcopal a todos os presentes. Fez questão de sair da Catedral, descer as escadas, ir ao encontro e abençoar aos fiéis que estavam na praça e na área lateral do templo.

Já de volta, fez a leitura de sua mensagem. Voltou-se para o sacrário e fez a primeira parte de sua mensagem em forma de prece. Na conversa com Jesus Eucarístico, Brustolin afirmou: “Lançarei as redes do meu ministério, de olhos fixos em ti, unido aos meus irmãos bispos. Laçaremos as redes da nova evangelização, da conversão pastoral e da igreja em saída”.

O bispo auxiliar de Porto Alegre lembrou as palavras do bispo São Gregório Nazianzeno para indicar a sua ação como pastor de um rebanho: purificar-se, ante de purificar aos demais; ser instruído, antes de instruir; aproximar-se de Deus para poder aproximar Ele aos outros, e de ser santo, antes de santificar.

E continuo: “Entendo que um cristão só deve gloriar-se da Cruz. A minha configuração a ti depende da minha união contigo, na doação total ao Pai e aos irmãos no Espirito Santo. Por isso, prometi nesta noite mostrar-me afável e misericordioso para com os pobres, peregrinos e necessitados, procurando as ovelhas errantes. Portanto, Senhor, preciso ser revestido de profunda misericórdia para que diante da fraqueza e eu possa fortalecer os que se cansaram de caminhar. Enfim, acolhe todo meu ser. Transforma-me a cada dia. Conduze-me até o último instante da minha vida. Sou teu bispo, sou teu discípulo, sou teu filho. Amém!” afirmou.

Voltando-se ao povo e aos presentes à celebração, Dom Leomar saudou os bispos presentes. Recordou a memória dos pais, Léo e Celeste Brustolin, já falecidos. Saudou familiares e amigos italianos que vieram ao Brasil para a ocasião. Dom Leomar dispensou uma carinhosa saudação ao bispo emérito de Caxias do Sul, Dom Paulo Moreto e a Dom Alessandro Ruffinoni.

A Dom Jaime Spengler garantiu empenho e força na missão que se inicia: “Me dedicarei para cooperar com seu ministério na Arquidiocese de Porto Alegre. Partilho o que tenho. Gratidão pela acolhida amiga e acompanhamento fraterno” disse e incluindo na saudação o bispo auxiliar, Dom Agenor Girardi e o arcebispo emérito Dom Dadeus Grings.

Dom Leomar foi aplaudido ao saudar o clero arquidiocesano “da nossa arquidiocese de Porto Alegre” que o acolheu fraternamente desde o anuncio de sua nomeação. Por fim, convocou a todos os fiéis ao trabalho da evangelização:

“Vamos caminhar juntos. Tenho certeza de que, ao lançarmos as redes da missão, seremos assistidos pela Mãe de Deus, a Senhora dos Navegantes (...) por favor, rezem por mim, porque eu prometo – rezarei por vocês” finalizou.

VÍDEOS



















FOTOS

 

Texto: Magnus Regis - Jornalista PASCOM
Fotos: Flavio Bilhalva- PASCOM
Vídeos: Breno Bornhorst - PASCOM

 

 

 

 

MÚSICAS LITÚRGICAS

Veja mais...

ANIMAÇÃO BÍBLICA

Veja mais...

BENFEITORES

United Kingdom gambling bonuses - gbetting.co.uk

Vicariato de Gravataí

Rua Adolfo Inácio de Barcelos, 1490
Caixa Postal 05 - CEP: 94010-200
Bairro Centro - Gravataí - RS
 (51) 3042 1645