PROFETA

Pe. José Antonio Pagola.     Tradução: Antonio Manuel Álvarez Pérez

Numa aldeia perdida da Galileia, chamada Nazaré, os habitantes da terra reúnem-se na sinagoga uma manhã de sábado para escutar a Palavra de Deus. Despois de alguns anos vividos procurando Deus no deserto, Jesus volta à povoação em que tinha crescido.

A cena é de grande importância para conhecer Jesus e entender bem a Sua missão. Segundo o relato de Lucas, nesta aldeia quase desconhecida por todos, vai a fazer Jesus a Sua apresentação como Profeta de Deus e vai expor o Seu programa aplicando-se a si mesmo um texto do profeta Isaías.

Despois de ler o texto, Jesus comenta-o com uma só frase: “Hoje cumpre-se esta Escritura que acabais de ouvir”. Segundo Lucas, as pessoas “tinham os olhos fixos Nele”. A atenção de todos, passa do texto lido à pessoa de Jesus. Que é que nós podemos descobrir hoje se fixarmos os nossos olhos Nele?

Movido pelo Espírito de Deus. Toda a vida de Jesus está impulsionada, conduzida e orientada pelo alento, a força e o amor de Deus. Acreditar na divindade de Jesus não é confessar teoricamente uma fórmula dogmática elaborada pelos concílios. É ir descobrindo a forma concreta nas Suas palavras e nos Seus gestos, a Sua ternura e o Seu fogo, o Mistério último da vida que os crentes chamamos “Deus”.

Profeta de Deus. Jesus não foi ungido com azeite de oliveira como se ungia os reis para transmitir-lhes o poder de governar ou aos sumos-sacerdotes para investi-los de poder sacro. Foi “ungido” pelo Espírito de Deus. Não vem governar nem a reger. É profeta de Deus dedicado a libertar a vida. Só o poderemos seguir se aprendemos a viver com o Seu espírito profético.

Boa Nova para os pobres. A Sua atuação é Boa Nova para a classe social mais marginalizada e desvalida: os mais necessitados de ouvir algo bom; os humilhados e esquecidos por todos. Começamos a parecer-nos a Jesus quando a nossa vida, a nossa atuação e amor solidário pode ser captado pelos pobres como algo bom.

Dedicado a libertar. Vive entregue a libertar o ser humano de todo o tipo de escravidões. As pessoas sentem-No como libertador de sofrimentos, opreensões e abusos; os cegos veem-no como luz que liberta do que não tem sentido e do desespero; os pecadores recebem-no como graça e perdão. Seguimos Jesus quando nos vai libertando de tudo o que nos escraviza, empequenece ou desumaniza. Então acreditamos Nele como Salvador que nos encaminha para a Vida definitiva.

 

MÚSICAS LITÚRGICAS

Veja mais...

ANIMAÇÃO BÍBLICA

Veja mais...

BENFEITORES

United Kingdom gambling bonuses - gbetting.co.uk

Vicariato de Gravataí

Rua Adolfo Inácio de Barcelos, 1490
Caixa Postal 05 - CEP: 94010-200
Bairro Centro - Gravataí - RS
 (51) 3042 1645